Monday, 03 May 2021 09:33

Francisco Mora e Francisco Abreu dominaram CPV no AIA

Written by

Jornada inaugural do Campeonato de Portugal de Velocidade dominada pelos Francisco, com Mora a destacar-se ao obter uma dupla vitória

Francisco Abreu venceu a segunda corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV

O primeiro dia de provas do Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV com o apoio da Porsche Ibérica e da Pirelli terminou da melhor maneira. A segunda corrida do dia, tendo como palco o Autódromo Internacional do Algarve e como pano de fundo o Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, teve transmissão em direto pela Sport TV e pela Eleven e conheceu muita emoção.

A vitória de Francisco Abreu não conhece reparo, pois o piloto madeirense não mostrou estar emperrado após ano e meio de paragem. Reencontrou o ritmo e as vitórias onde tinha ficado em 2019 após o título no GT4 South European
Series e dominou da luz á bandeira, imitando o seu companheiro de equipa Francisco Mora que ganhou a primeira corrida.

Atrás do piloto madeirense, a tempestade foi maior e Thomas Biagi, Pedro Marreiros e Rodrigo Almeida envolveram-se numa luta que durou os 21 minutos de corrida. Tudo começou numa largada menos conseguida de Pedro Marreiros
que estendeu a passadeira vermelha a Biaggi. O veterano italiano não enjeitou a oportunidade e colocou o Ferrari no segundo posto.

O piloto da Parkalgar Racing Team encetou, de imediato, a recuperação e pressionou forte o piloto italiano, embora tivesse de ter em atenção os avanços de Rodrigo Almeida. O moçambicano, a estrear-se na competição portuguesa,
estava muito atento ao que se passava à sua frente, sentado à mesa da discussão do pódio para recolher as ofertas. Pedro Marreiros acabou por se impor com uma ultrapassagem de classe a Thomas Biagi que, a partir dali, começou a
pilotar com olhos de camaleão: atento aos ataques muito assertivos do Porsche pilotado por Rodrigo Almeida e experimentando a possibilidade de reaver o segundo lugar.

Acabou por não haver troca de posições, mas Pedro Marreiros acabou a corrida com o Ferrari de Thomas Biagi perto dos escapes do Porsche 991 GT3 Cup 4.0. Isto depois do italiano ter estado em permanente sobressalto pela presença
de Rodrigo Almeida. Uma batalha que emprestou enorme emotividade a esta segunda corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport com o apoio da Porsche Ibérica e da Pirelli.
Até porque mais atrás desenvolveu-se uma luta muito interessante entre o Ferrari 458 Challenge de Kai Uwe Lauer e o líder do Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV Turismo, Miguel Lobo e o seu CUPRA TCR, vencedor da
primeira corrida com Rafael Lobato.

Um “gentleman driver” e um jovem lobo entretiveram-se numa toada de parada e resposta ao longo dos 20 minutos de corrida, multiplicando as ultrapassagens até que na última volta, Miguel Lobo passou para a frente da corrida,
cometeu um erro na curva 4, mas Kai Uwe Lauer não conseguiu responder e o piloto do CUPRA TCR acabou por reclamar o sétimo lugar à geral.

Destaque para o jovem de 17 anos, Bernardo Pinheiro, que ao volante do Porsche Cayman GT4 que venceu a categoria GT Light na primeira corrida nas mãos de José Maria Marreiros, ganhou a sua primeira corrida da carreira na estreia
nos automóveis. Se o filho de Pedro Marreiros deixou o pai embevecido, o filho de Paulo Pinheiro não quis ficar atrás. Contas feitas, no Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV GT, Francisco Abreu venceu a GT Cup e Bernardo Pinheiro somou a pontuação máxima nos GT Light, na frente de Álvaro Ramos. NO Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV Turismos, a vitória sorriu a Miguel Lobo, na frente de Jorge Silva (Audi RS3 LMS TCR) e de Ondrej Krupka (Skoda Octavia).

Paulo Pinheiro (Autódromo Internacional do Algarve) – “Desta feita sem a intervenção do ‘Safety Car’, voltámos a ter uma corrida fantástica. Dominada, é verdade, pelo Francisco Abreu, mas com uma luta deliciosa pela segunda posição

que durou a corrida toda! E que dizer da constante troca de posições entre o Ferrari de Lauer e o CUPRA de Miguel Lobo? Claro que fiquei triste com o abandono da primeira corrida, mas satisfeito com o excelente trabalho do Pedro Marreiros e muito feliz com a estreia vitoriosa do meu filho Bernardo. Enfim, tem sido um fim de semana fantástico que nos energiza e motiva para melhorar cada vez mais a competição.”

Francisco Mora vence primeira corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV após corrida animada

A primeira corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV, com o apoio da Porsche Ibérica e Pirelli, decorreu no Autódromo Internacional do Algarve englobada no programa do Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, com o aliciante de transmissão em direto na Sport TV e na Eleven.

E os portugueses assistiram em direto a uma corrida de vinte minutos onde o guião não poderia ter sido mais bem escrito: drama, emoção e incerteza. A prova começou com Francisco Mora na “pole postion” e no arranque o piloto da Veloso Motorsport aproveitou a vantagem e curvar em primeiro no final da reta da meta. Mora começou a afastar-se e parecia que a conversa sobre o vencedor estava acabada, mas no meio do pelotão nasciam lutas para quase todas as posições.

Saindo do sexto lugar, Paulo Pinheiro encetou recuperação que o levou a encostar-se a José Monroy. A luta entre os dois foi muito interessante, com o piloto da Parkalgar Racing Team a exibir o seu profundo conhecimento da pista para superar Monroy e ficar com o quarto lugar. Mas com o olhar fixo no terceiro lugar ocupado pelo jovem Mariano Pires.

Mais atrás, um desentendimento entre Manuel Castro e Rafael Lobato, levou a um pião do primeiro, acabando por recolher às boxes com um problema no eixo traseiro do Porsche 997 GT3 Cup. O CUPRA TCR de Lobato prosseguiu sem problemas.

Entretanto, Kai Uwe Lauer (Ferarri 458 Challenge) tentava trepar na classificação e depois de passar por Ondrej Krupka (Skoda Octavia) tentou a aproximação a José Maria Marreitos. Porém, o jovem de 19 anos que nunca tinha competido com um carro tão potente como o Porsche Cayman GT4, esteve irrepreensível e suportou a pressão do alemão e ganhou a categoria GT Light na frente de Fred Blok (Mercedes AMG GT4).

Quanto tudo parecia decidido, eis que Jean-Roch Piat faz um pião no topo da “Craig Jones” e fica parado no corretor de saída da curva. O francês não conseguiu colocar o carro em funcionamento e Pedro Silva (Audi RS3 LMS TCR) quase que acertava no Porsche imobilizado.

A entrada em pista do Safety Car foi inevitável e o que parecia certo... deixou de estar. O pelotão foi todo reunido, uma vez mais, e retirado o carro de Piat, a prova recomeçou a pouco minutos do final. Francisco Mora conseguiu fugir a Thomas Biaggi (Ferrari 458 Challenge), que teve de usar toda a sua experiência para não perder o segundo lugar para... Paulo Pinheiro. O piloto algarvio fez um excelente recomeço e surpreendeu Marino Pires e José Monroy.

Começava aqui uma luta intensa pela terceira posição que acabou com Mariano Pires em terceiro, José Monroy em quarto e Paulo Pinheiro na escapatória! O piloto do Porsche 991 GT3 Cup 4.0 foi surpreendido pela travagem serôdia de Mariano Pires no topo da “Craig Jones” e para evitar o toque, desviou-se e perdeu o controlo do carro. Era o final da corrida para Paulo Pinheiro.

Contas feitas, a vitória sorriu a Francisco Mora (Porsche 991 GT3 Cup 4.0), que ganhou a corrida à geral e o Campeonato de Portugal de Velocidade GT, seguido de Thomas Biaggi (Ferrari 458 Challenge) e de Mariano Pires (Porsche 991 GT3 Cup 3.Image removed..

Na categoria GT Light, vitória para José Maria Marreiros (Porsche Cayman GT4) na frente de Fred Blok (Mercedes AMG GT4).

Entre os concorrentes ao Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos, Rafael Lobato (CUPRA TCR) foi o vencedor, seguido de Ondrej Krupka (Skoda Octavia) e Manuel Leão (Skoda Octavia).

Pedro Marreiros (Extensive Blue) – “Estamos todos muito satisfeitos com esta primeira corrida do campeonato. Bons carros, bons pilotos, lutas por quase todas as posições, pilotos muito agradados pela competição e, principalmente, por estarem neste grandioso palco da Fórmula 1. A organização e promoção do Campeonato de Portugal de Velocidade by Sport TV com o apoio da Porsche Ibérica e da Pirelli, não poderia estar mais satisfeita e o que sucedeu hoje é um estímulo para continuarmos a trabalhar para que esta competição possa crescer cada vez mais."

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.