Friday, 27 September 2019 11:16

Road to Dakar arrancou em Idanha-a-Nova

Written by
Rate this item
(0 votes)

Daniel Jordão (Yamaha) nas motos e dupla Luís Cidade/Pedro Mendonça (Can-Am) em SSV foram os primeiros vencedores

A Baja TT Idanha-a-Nova foi palco para o arranque do Road to Dakar colocando de novo Portugal na rota do Dakar, agora por via do Campeonato Nacional de Todo Terreno (CNTT) e englobando duas partes distintas.

Começou com um prémio ‘Road to Merzouga’ que permitirá a um piloto de moto e outro de SSV terem acesso a inscrição oferecida pela ASO para o Merzouga Rally 2020. Os eleitos serão aqueles que conseguirem melhor pontuação no somatório das duas derradeiras provas desta temporada: a Baja TT Idanha-a-Nova e a mítica Baja Portalegre 500. Prémio que está, todavia, apenas ao alcance de Rookies, ou seja, dos pilotos estreantes tanto em Merzouga como no Dakar.

Por isso em Idanha-a-Nova o vencedor na competição moto foi Daniel Jordão seguido de Martim Ventura e de Bernardo Megre. Já na competição SSV os três primeiros da geral eram todos elegíveis para o Road to Dakar pelo que os três primeiros foram os mesmos que os do CNTT: Luís Cidade/Pedro Mendonça, Pedro Carvalho/André Guerreiro e Pedro Santinho Mendes todos em Can-Am.

Para 2020, o Road to Dakar prossegue por via do de um prémio “Road to Dakar”. As provas do CNTT que se realizarem até junho vão permitir que um piloto de SSV possa ter inscrição gratuita no Dakar 2021, igualmente pelo critério da pontuação conjunta dessas provas.

O CNTT passará assim a ter uma ligação mais estreita e directa à marca Dakar, num intercâmbio que se pretende interessante para ambas as partes, com a promoção do Dakar em Portugal e com a divulgação Campeonato Nacional de Todo Terreno além-fronteiras.

Read 110 times

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.