Tuesday, 24 September 2019 14:10

Tiago Reis venceu em Idanha-a-Nova

Written by
Rate this item
(0 votes)

Tiago Reis, acompanhado por Valter Cardoso, foi o grande dominador das duas etapas da Baja TT de Idanha-a-Nova, saindo da quarta prova do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno com uma vitória contundente, que lhe permite manter intactas as pretensões de discutir o título absoluto.

Ao assumir o comando da prova organizada pela Escuderia Castelo Branco, logo no primeiro controlo de passagem do Sector Selectivo de abertura, o piloto famalicense mostrou que estava num excelente ritmo competitivo e isso ficou provado nos restantes quilómetros disputados até final. “Imprimimos um andamento forte e dominamos praticamente desde o início. Ainda sofremos um furo a meio da etapa de ontem, mas nunca perdemos a liderança. Mantivemos a mesma toada hoje e controlamos a vantagem que tínhamos sobre os nossos principais adversários. Andávamos à procura desta vitória desde o início da temporada e finalmente conseguimos”, começou por dizer Tiago Reis.

Com este resultado, o piloto do Mitsubishi Racing Lancer fará parte do restrito lote de piloto que chegarão à derradeira prova com possibilidades de chegar ao ceptro. “Esta vitória fez com que a discussão do título apenas seja fechada na derradeira prova a disputar em Portalegre e nós vamos tudo fazer para podermos ser campeões nacionais. Será esse o nosso foco depois de festejarmos a vitória que conseguimos hoje. Quero agradecer a toda a minha equipa, parceiros e em especial à minha família”, disse ainda o piloto do Team Transfradelos.

Edgar Reis e Paulo Marques não tiveram um fim-de-semana muito feliz em Idanha-a-Nova já que o Mitsubishi Pajero apresentou alguns problemas de refrigeração e não permitiu que a dupla famalicense terminasse a prova.

As decisões do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno estão marcadas para a Baja de Portalegre 500, na estrada entre 24 e 26 de Outubro.

Read 118 times

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.