Monday, 25 November 2019 23:01

Daniel Berdomás e David Rivero reforçam título em Madrid

Written by
Rate this item
(0 votes)

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

Rally Comunidad de Madrid (RACE)

Após uma luta cerrada pela vitória ao longo de todo o o Rally Comunidad de Madrid (RACE), Daniel Berdomás/David Rivero, os já “Campeões” da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, bateram no derradeiro troço os portugueses Pedro Antunes/Paulo Lopes. Tudo se decidiu na última Especial desta 6ª prova da Temporada 2 da copa coorganizada pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha num rali em que os dois primeiros acabam separados por apenas 1,2 segundos.

Atrás deles perfilaram-se 9 outras duplas que, aos comandos dos competitivos Peugeot 208 R2, deram um colorido muito especial a esta prova, a última de 6 ralis corridos na Península Ibérica, 3 em Portugal e outros tantas em Espanha. Quem teve, também, razões para festejar foi Carlos Fernandes, que com o 3º lugar em Madrid garante o vice-campeonato de Pilotos, enquanto o co-piloto Darren Garrod confirma o lugar de delfim entre os Navegadores, posição que já havia alcançado no Rali RACC Catalunha.

Caiu, assim, o pano na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, uma inédita iniciativa criada há um ano e que tem servido para a promoção da disciplina dos ralis em solo ibérico, contribuindo para o aparecimento de novos valores, bem como para a confirmação da valência de outras formações já com créditos bem firmados, de ambos os países e além-fronteiras.

Venha agora a Temporada 3, num ano de 2020 que trará várias novidades…

Daniel Berdomás e David Rivera deram o seu golpe final na última Especial do Rally Comunidad de Madrid, impedindo que os portugueses Pedro Antunes/Paulo Lopes pudessem festejar uma vitória que lhes parecia (quase) entregue. Mas como nos ralis não existem “quases”, houve que esperar pelo derradeiro cronómetro, para se conhecer quem ocuparia o lugar mais alto do pódio final. Entregando-se a fundo na derradeira classificativa da prova, a dupla espanhola não só anulava os 6,3 segundos que tinha de atraso sobre os seus adversários lusos, como cifravam a diferença de tempos final em 1,2 segundos, garantindo, assim, uma vitória muito suada, mas saborosa.

Os já virtuais “Campeões” da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 confirmaram e reforçaram esse estatuto com esta sua 4ª vitória no ano, em 6 possíveis, depois de vencerem os ralis Sierra Morena, Portugal, Terras d’Aboboreira e, agora este Comunidad de Madrid. Daniel Berdomás espelhava, assim, os sentimentos destes dois dias de rali e do conjunto da época: “Foi um rali fantástico, superpositivo, disputado ao décimo de segundo, com um ritmo muito elevado, face ao estado dos troços, e o facto de o termos ganho no final dá-nos uma enorme satisfação, pois reforça o título que conquistámos no RACC. Dedico mais esta vitória a – a 4ª em 2019, de 6 possíveis – à minha equipa e aos meus patrocinadores. Vamos agora festejar, esta vitória e os títulos”.

Quanto à desalentada dupla portuguesa, a quem o 1º lugar assentaria, também na perfeição, foi assim o comentário de Pedro Antunes: “Estamos satisfeitos com a nossa prestação num rali onde, enquanto teve verdadeiras especiais, demonstrámos o nosso andamento, registando 3 melhores tempos em 4 possíveis. Já aqui em Jarama, considerando que esta estrutura do RACE não se coaduna com a essência dos rali, no final não conseguimos segurar a vantagem. Ainda assim, foi igual para todos e venceu o que melhor soube lidar com esta realidade. Foi, ainda assim, um bom 2º lugar para uma época repleta de situações que nos foram menos favoráveis”.

O último lugar do pódio ficava para Carlos Fernandes/Valter Cardoso, eles que batiam por apenas 0,6 segundos os espanhóis Sergi Francolí/María Salvo, assegurando, com isso e em complemento, o estatuto de “Vice-Campeões”, batendo no processo Josep Bassas/Manuel Muñoz e Ruiari Bell/Darren Garrod, que terminariam o rali por esta ordem, com uma diferença de 1,8 segundos, nos 4º e 5º lugares.

CIRCUITO DEL JARAMA COMO PALCO DOS ÚLTIMOS CAPÍTULOS DE 2019

Circuito del Jarama 2 (19,16 km), 3 (19,22 km) e 4 (18,90 km). Foi esta a sequência de Especiais que esperava os Peugeot 208 R2 ainda em prova neste Rally Comunidad de Madrid (RACE). Compondo a 2ª Etapa, assumiu diferentes configurações face ao que se correu ontem (sexta-feira), fechando o primeiro dia competitivo do rali espanhol, último desta temporada da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019.

Dos 13 208 R2 que saíram esta manhã do Parque Fechado – os 11 que se haviam classificado na 1ª Etapa e mais 2 equipas regressadas em “Rally2” – o que mais rápido cumpriu as 5 voltas ao traçado da ES6, com chicanes artificiais e corrido em sentido inverso foi, tal como na véspera, o da dupla espanhola Sergí Francoli/María Salvo, desta feita batendo Josep Bassas/Manuel Muñoz pela margem mínima, de 1 décimo de segundo. Com estes resultados, ambos subiam uma posição na geral, para o 4º e 6 lugares da copa ibérica. Já as duas equipas que então lutavam pela vitória no rali, Pedro Antunes/Nuno Lopes (1º lugar) e Daniel Berdomás/David Rivero (2º), entregaram-se a nova luta sem quartel, fazendo exactamente o melhor crono – foram os 3ºs mais rápidos no troço – mantendo, por isso as suas posições relativas.

Seguiu-se nova passagem por esta improvisada classificativa, a ES7, percorrida no sentido normal mas com uma incursão por uma secção de terra. Os líderes da prova foram os mais rápidos, batendo os seus adversários locais por 9 décimos. Significava isto que o 208 R2 de Antunes/Lopes contava, à entrada para o último troço, uma margem de 6,3 segundos sobre a máquina de Berdomás/Rivero, aparentemente suficiente para colmatar qualquer percalço. Bassas/Muñoz foram os 3ºs mais rápidos, à frente de Francolí/Salvo, que se aproximavam bastante de um potencial 3º lugar, ainda ocupado por Carlos Fernandes/Valter Cardoso. Aqui registavam-se os abandonos de Domingos Estrada/Jesus Estrada e de Delbin Garcia/Cândido Carrera, respectivamente 5ºs e 9ºs classificados ao início da manhã.

E assim se chegava às últimas voltas ao Circuito del Jarama, no que foi o derradeiro troço cronometrado (ES8) do rali espanhol e da própria PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019. De novo feito no sentido inverso, com uma secção de terra e a transposição de um charco artificial, coube a Berdomás/Rivero desferir o golpe final, ganhando segundos suficientes que permitiram elevá-los uma vitória inteiramente merecida, tal como haveria de ter sido caso tivesse sido conquistada pelos seus adversários portugueses.

As restantes lutas opunham Fernandes/Cardoso e Francolí/Salvo, com a dupla espanhola a fazer melhor do que a portuguesa no troço, embora na ordem final se registem posições inversas; isto enquanto Bassas/Muñoz faziam bem melhor do que Bell/Garrod na última especial, ultrapassando-os em termos de geral.

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

Rally Comunidad de Madrid (RACE)

Classificação Geral (provisória)*

1º Daniel Berdomás / David Rivero, a 1h18m14,1s

2º Pedro Antunes / Paulo Lopes, a 1,2s (1º Junior Cup)

3º Carlos Fernandes / Vitor Cardoso, a 49,0s

5º Sergi Francolí / María Salvo, a 49,6s

6º Josep Bassas / Manuel Muñoz, a 1m04,3s

4º Ruairi Bell / Darren Garrod, a 1m06,1s

7º Óscar Palomo / Javier Martinez, a 4m14,5s

7º António Acosta / Victor Perez, a 4m38,0s (Melhor Rookie)

9º Imanol Mendiguchia / Lorenzo Fernandez, a 7m07,5s

Não Classificados:

Hugo Lopes / Nuno Mota Ribeiro (nota: Rally2, depois de ter desistido ontem na ES4) 

Santiago García/Nestor Casal (nota: Rally2, depois de ter desistido ontem na ES1)

Abandonos: Cristian Parrilla / Juan F. Seba (acidente na ES1), Domingos Estrada / Jesus Estrada (avaria na ES7) e Delbín García / Cândido Carrera (avaria na ES7);

Não alinhou: Ricardo Costa / Sérgio Rocha (faltou às verificações técnicas).

Nota: todos em Peugeot 208 R2

* Dependente da publicação das Classificações Oficiais por parte da organização.

VITÒRIA DE BERDOMÁS/RIVERA DÁ TITULO À TRS RALLY TEAM

Feitas as contas das diferentes categorias de que compõem a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, na Copa de Pilotos e com este resultado, o já inalcançável Daniel Berdomás passa a somar 119,37 pontos válidos (de um total acumulado de 129,37 pontos), confirmando assim o título de “Campeão” e o acesso ao correspondente Prémio Final, a participação, ao volante de um carro de ralis do Groupe PSA (Classe R5), num rali escolhido pela organização, entre os que, em 2020, irão compor o Campeonato de Portugal de Ralis ou o Campeonato de Espanha de Ralis de Asfalto.

Para o título de “Vice-Campeão” lutaram ainda, neste rali, 3 candidatos, sendo que após o mesmo e feita toda a contabilidade final, incluindo abdicar de uma pontuação – segundo o regulamento apenas contam as 5 melhores pontuações de um total de 6 ralis – seria Carlos Fernandes a alcançá-lo, com um total 81,67 pontos válidos, ele que não tinha qualquer resultado para descontar; Josep Bassas ficou com um acumulado (total e válidos) de 80,21 pontos e Ruiari Bell somou 73,0 pontos válidos (dos 75,0 acumulados). Pedro Antunes termina a temporada no 5º posto, com 54,32 pontos (total e válidos).

Também na Copa de Navegadores as primeiras posições estavam definidas, com David Rivera a totalizar 119,37 pontos válidos (de um total acumulado de 129,37 pontos), à frente de Darren Garrod, com 73,0 pontos válidos (dos 75,0 acumulados). Paulo Lopes subiu ao 3º lugar final da copa, com 51,82 pontos válidos, à frente de María Salvo (46,08 pontos) e Axel Coronado (39,71 pontos).

Na Copa de Equipas, troféu para que todas as equipas, entre as ainda candidatas ao título, se muniram de reforços adicionais para esta prova, a TRS Rally Team sagrou-se “Campeã”, com 128 pontos, ficando a 2ª posição para a Inside Motor, com 121 pontos, e a 3ª para a GC Motorsport, com um pecúlio de 102 pontos.

O troféu final da Junior Cup ficou para Josep Bassas e a Ladies Cup para a britânica Nabila Tejpar. As Tabelas de Pontuações completas serão disponibilizadas oportunamente.

Acrescente-se que a Cerimónia Oficial de Entrega de Prémios da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 terá lugar esta noite, num hotel da cidade de Madrid, contando com a presença da grande maioria dos participantes – Pilotos, Navegadores, Responsáveis e demais elementos das Equipas – bem como de toda a estrutura organizativa desta inédita copa ibérica de ralis, a cargo da Peugeot Portugal e Peugeot Espanha e colocada no terreno, em termos logísticos, pela Sports & You, para além de representantes dos seus principais patrocinadores Huawei, Vodafone, Pirelli e Total.

Read 73 times

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.