Monday, 22 November 2021 15:06

Nunes/Carvalhosa vencem competição Iberica Carrera 80’s no Estoril

Written by

Formato de semi-resistência prova ser fórmula de sucesso

Como corrida de suporte aos 250 KM do Estoril, as Carreras Los 80’s fez a sua corrida de estreia no traçado do município de Cascais. Uma prova de 60 minutos, com uma paragem obrigatório entre o minuto 35 e 25 com um tempo mínimo obrigatório.

Os 11 carros receberam ordem de partida para a derradeira corrida do ano de 2021. No entanto, quando o semáforo no final do Pit Lane passou a verde e as equipas faziam o seu caminho para a grelha de partida, a historia da corrida começou a delinear-se, quando um dos favoritos, o BMW M3 E36 de Paulo Vieira teve de desistir, o que impossibilitou o piloto do Porto de arrancar para última prova do ano. Pedro Bastos Rezende e o seu Porsche 911 3.0 RS também não alinhou para a partida devido a problemas mecânicos depois de ontem ter conquistado a Pole Position.

Com os azares dos pilotos que partiam à sua frente, Nuno Nunes no seu Porsche 964 RS, que partia de terceiro, estava agora na primeira linha da grelha com J. Filipe Nogueira no Ford Escort RS2000 MKI a seu lado. Quando o diretor de prova apagou o semáforo dado a partida para os 9 carros aceleraram a fundo e o cronômetro iniciou. Nunes rapidamente se distanciou dos seus adversários criando, curva após curva, uma distância cada vez maior. Nunes entregou o carro a José Carvalhosa que manteve o veloz andamentoaté à linha de chegada, triunfando na categoria GTCOPA.
Em segundo lugar destava-se Francisco Pinto no BMW 323i. A atenção dos espectadores focava-se na luta entusiasmantes entre J.Filipe Nogueira, Manuel Ferrão no seu Ford Escort RS1800 ex-Rodam, António Maia no Ford Escort RS2000 MKII, Jose A. Borras num Honda Civic e Jorge Correia num Ford Capri.

Os cinco pilotos discutiram lealmente curva após curva com diversas trocas de posição entre si, sem nunca se tocarem apesar das condições de pista traiçoeiras. Quando J.Filipe Nogueira apanhou os seus adversários em luta, escapou e iniciou a construção de uma vantagem que permitisse ao piloto da BestLap gerir a sua corrida e manter a liderança da categoria GR2, Manuel Ferrão seguia no segundo posto pressionado por Jorge Correia. João Neves , num Datsun 1200 liderava a T1400 seguido por Francisco Pinto Abreu num Datsun 1200 com especificações de troféu. Neves, seguia confortavelmente na liderança da categoria até que de repente o seu Datsun perdeu a pressão de óleo que ditou a desistência do piloto.
Jose A. Borras, líder da categoria seguia no encalço de António Maia que, por sua vez, seguia no segundo posto da categoria GR1 liderada por Francisco Pinto. O piloto estreante ao volante do BMW 323i, mostrava grande maturidade e mestria na sua estreia. Seguindo na perseguição do líder, o Porsche 964 RS de Nuno Nunes.

A distância entre os pilotos aumentou e a janela da paragem obrigatória foi aberta. Os pilotos entraram para cumprir e a classificação manteve-se inalterada. José Carvalhosa, que recebia o Porsche de Nunes, seguia isolado na liderança, quem seguia o piloto e preparador era Francisco Pinto que na volta a seguir à sua paragem sofreu um problema mecânico que ditou o abandono do BMW 323i. J.Filipe Nogueira subia à segunda posição, no entanto o experiente piloto era fortemente pressionado por Nuno Breda que na vigésima volta, se adiantou a Nogueira assumindo assim a liderança da categoria GR1 e o segundo posto da classificação. Manuel Ferrão seguia na 4ª posição, segundo dos GR2, com Jorge Correia na sua traseira, a completar a categoria GR2.
Jose Zorrilla, no seu Honda Civic seguia na perseguição dos pilotos da GR2. O piloto espanhol, que recebera o volante de Jose A. Borras, seguia na liderança da categoria T2000. Francisco Pinto Abreu, no seu Datsun 1200, de especificações de troféu, liderava a T1400, categoria dedicada a carros Turismo com cilindrada até 1400cc.

Ao fim da hora de corrida, a classificação não sofreu alterações, com o triunfo da dupla portuguesa Nunes/ Carvalhosa seguidos de Breda/Maia e J. Filipe Nogueira a completar os três primeiros classificados.

Para Diogo Ferrão, responsável pela competição “ Assistimos a uma corrida muito interessante com carros muito distintos, mas nem por isso com variadas trocas de posição mas sempre com o máximo Fair Play, filosofia que adotamos em todas as nossas competições!
Fez-me lembrar os primeiros tempos do Historic Endurance onde os Pilotos traziam os carros que tinham parados em casa pelo trazer de os colocar em competição pelo prazer da competição.
As Carreras Los 80’s regressam em 2022 com muitas novidades que espero poder revelar muito em breve. Foi um primeiro ano muito bom mas sabemos que ainda há muito trabalho a fazer. Agora vamos aproveitar esta pausa para limar algumas arestas e para o ano voltaremos mais fortes. Resta-me desejar a todos um bom descanso e umas festas felizes.”

Last modified on Monday, 22 November 2021 15:20